Concluído o 3º Ciclo de Ativações Regionais das Praças CEUs

 

Entre junho de 2017 e julho de 2018, foram realizados 11 Encontros de Ativação Regional das Praças CEUs nas cinco regiões do país, que reuniram ao todo 710 gestores e membros das comunidades de 150 municípios e 22 unidades da federação.

A programação contou com apresentações artísticas locais, palestras de representantes da Secretaria de Difusão e Infraestrutura do MinC, participação de secretarias e ministérios parceiros, dinâmicas, debates, e apresentações dos CEUs em funcionamento.

De acordo com os participantes, que responderam a questionário de satisfação, os temas abordados atenderam ou superaram as expectativas para 93% deles. As dinâmicas aplicadas atenderam ou superaram as expectativas para mais de 92% dos respondentes. Cerca de 98% responderam que a equipe de servidores do MinC atendeu ou superou suas expectativas em relação à organização do evento. Houve espaço para sugestões, e a maioria dos participantes gostaria de mais tempo para debates.

Veja abaixo um breve resumo de cada um deles.

 

 

Aparecida de Goiânia – GO, 22 de junho de 2017

 

Participaram do encontro 65 representantes dos CEUs de 12 municípios de estados do Centro-oeste. Foram debatidos temas como a ocupação dos CEUs, uso e tráfico de drogas, horários de funcionamento das Praças, composição do Grupo Gestor, entre outros. Além disso, foram propostas parcerias com Institutos Federais e intercâmbio entre os gestores das Praças da região. Houve também participação de representante do Ministério do Esporte, que expôs sobre os Centros de Iniciação no Esporte e os Planos Municipais Sequenciais de Esporte e Lazer.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Juiz de Fora – MG, 10 de agosto de 2017

Neste encontro estavam presentes 62 participantes de 20 municípios dos estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Os participantes puderam tirar dúvidas e prestar seus relatos acerca do envolvimento da comunidade com as Praças, da oferta de atividades, da participação do CRAS no dia-a-dia do equipamento, do processo contínuo de mobilização social, entre outros temas. Houve, ainda, participação de representante do Ministério do Desenvolvimento Social, que expôs as ações do PAIF (Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família) e especificidades dos CRAS.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Maricá – RJ, 31 de agosto de 2017

O Encontro contou com a presença de 46 participantes que representaram as Praças CEUs de 14 municípios dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Os temas em destaque foram: financiamento para atividades nas Praças, o trabalho do Grupo Gestor, o programa Cultura Viva e atuação dos Pontos de Cultura nos CEUs. Foram apresentados exemplos de parcerias com Sistema ‘S’ e entidades privadas, soluções alternativas ao cercamento para melhorar a segurança no equipamento e uso da Lei Rouanet para desenvolver atividades. A representação do Ministério do Esporte apresentou modelo de Plano Municipal de Esporte, para que os municípios editem com prazo de 10 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Serra talhada – PE, 26 de outubro de 2017

Estavam presentes neste encontro 63 representantes de CEUs de 10 Municípios dos estados do Nordeste. Os temas debatidos foram a sustentabilidade dos CEUs, inclusive com recursos da Lei Rouanet, o mapeamento das lideranças comunitárias, os documentos do Estatuto do Grupo Gestor e Regimento Interno da Praça, entre outros. Os representantes das Praças CEUs incluídas na Portaria n°348/2016 foram atendidos individualmente, pois devem inaugurar os equipamentos até o dia 30 de dezembro de 2018. O encontro contou com a participação de representante do Ministério do Desenvolvimento Social que explanou sobre o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo e a Proteção Social Básica.

 

 

 

 

 

 

 

 

Feira de Santana – BA, 09 de novembro de 2017

Reuniram-se 74 participantes, representantes de 17 Praças CEUs dos estados da Bahia, Ceará e Rio Grande do Norte. Esses puderam debater sobre a Gestão das Praças CEUs, e a equipe do MinC disponibilizou cartilhas e outros materiais aos participantes. Além disso, foram discutidos no Encontro a ocupação da sala multiuso; questões do projeto elétrico, e sobre recursos para manutenções. Foi colocada como sugestão a criação de CNPJ para o Grupo Gestor ou para associação de amigos da Praça, para ter acesso aos editais de fomento. Houve participação de representantes da Secretaria Nacional de Economia Solidária e Secretaria Nacional de Emprego, do Ministério do Trabalho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Campo Largo – PR, 30 de novembro de 2017

 A primeira ativação dos estados da Região Sul contou com um público de 90 participantes representando as Praças CEUs de 29 municípios do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Houve participação de representantes do Ministério da Justiça, apresentando o programa Mulheres da Paz, e Ministério do Trabalho, apresentando o Plano Nacional de Economia Solidária. Nesses Encontro foram discutidas a questão da segurança, mobilização e participação da comunidade nas Praças CEUs, possíveis usos do cineteatro, inclusive com sessões de filmes, dentre outros temas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Campo Bom – RS, 12 de abril de 2018

 O segundo encontro de ativação na Região sul contou com 83 representantes de 25 Praças CEUs. Os representantes dos CEUs em obras, inscritos na portaria n°348/2016 foram atendidos e puderam tirar dúvidas. Foram apresentadas também formas de co-financiamento entre as secretarias municipais, além de temas de sustentabilidade ambiental. Ressaltou-se a interação e comunicação entre os funcionários do CRAS e do CEU, bem como a questão de preservação dos direitos autorais das obras exibidas nas Praças CEUs. Representantes da CAIXA e da Secretaria Estadual de Assistência Social do RS estiveram presentes e se colocaram à disposição dos municípios.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Santo André – SP, 24 de abril de 2018

Estiveram presentes 93 representantes de 24 Praças CEUs do estado de São Paulo. A equipe da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social fez palestra sobre a integração das ações do PAIF nos CEUs implantados. Os debates envolveram temas como cercamento da Praça, instrumentos de Regimento Interno e Estatuto do Grupo Gestor, horário de funcionamento, dúvidas sobre equipamentos e mobiliários, políticas culturais, o sistema e-Praças, dentre outros. Foi sugerido que os gestores dos CEUs de São Paulo atuem em rede.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Araras – SP, 26 de abril de 2018

 

 

A troca de experiência e integração dos gestores foram o mote do encontro, que reuniu 64 participantes de 20 Praças CEUs de São Paulo. Os gestores puderam tirar dúvidas sobre políticas de proteção básica diretamente com representante da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social. As questões da vulnerabilidade social, diálogo com a comunidade, adequações físicas nos espaços, participação em editais de fomento foram algumas das levantadas pelos gestores locais. Além disso, os participantes puderam debater conjuntamente sobre acesso à internet nos equipamentos (inclusive wifi), limpeza e manutenção dos espaços e parcerias com entidades da sociedade civil.

 

 

 

 

 

 

 

Recife – PE, 19 de junho de 2018

 

 

 

Representando 23 Praças CEUs de municípios da Região Norte e Nordeste, reuniram-se 44 participantes para o X Encontro de Ativação. Juntamente com a Secretaria de Estado de Assistência Social, gestores locais e equipe MinC puderam buscar soluções para os desafios de implementação do CEU: desde a obra, passando pela aquisição de mobiliário, a mobilização social à ocupação do equipamento. Os debates foram intensos e os participantes puderam tirar dúvidas. O encontro se encerrou com apresentação e dinâmica conduzida por professor da Universidade Federal de Pernambuco acerca de indicadores de impacto dos CEUs.

 

 

 

 

 

 Abaetetuba – PA, 05 de julho de 2018

O último encontro do 3° Ciclo de Ativações Regionais reuniu 26 participantes, de 4 municípios dos estados do Pará e Rondônia. Os desafios das depredações, das trocas de gestão municipal e de coordenação do CEU foram discutidos, bem como a importância de regulamentação do Grupo Gestor. O diálogo constate com a comunidade, com os usuários das Praças e com as secretarias municipais foi apontado como exemplo de gestão, assim como as parcerias, para garantir a boa ocupação dos espaços.